O que é Matrix?

Bernardo de Gregório, psiquiatra e psicoterapeuta, em entrevista exclusiva ao Portal NAMU explica a relação entre o mito da caverna presente na obra República de Platão e o filme Matrix. O especialista mostra como a criação cinematográfica pode ser uma ferramenta que apresenta ao espectador as “escolhas” que são feitas na vida por meio da ampliação da consciência e do autoconhecimento.

Driblando a Democracia

Steve Bannon, diretor de campanha de Donald Trump é também assessor da campanha de Jair bolsonaro. O filme conta em detalhes as estratégias baseadas em fake News e roubo de dados pessoais, que foram usadas para levar Trump e Bolsonaro a Vitória, enganando os americanos e os brasileiros.

Como um candidato do nada – sem histórico nem projetos políticos relevantes, armado só com frases de efeito – consegue fazer tantos seguidores até eleger-se presidente de uma grande nação? Continue lendo Driblando a Democracia

EXPLICAÇÕES DO PROFESSOR LAÉRCIO

Vídeos que contribuem para a construção de um modelo de percepção do mundo em que vivemos:


Como é o Plano Astral de outros mundos?


Teoria das cordas e das supercordas


O que é Física Quântica?


O que são Dimensões na verdade e como surgiram esses conceitos


O Espírito e a física Quântica

A física atual consegue explicar todos os fenômenos existentes na natureza? E o espírito? A alma?
Existe espaço para a consciência nas teorias físicas?
Seria o espírito e a alma estruturas naturais e componentes intrínsecas do universo?
Essas questões são abordadas de forma profunda nessa conferência do professor Laercio, trazendo a tona os conceitos da física quântica para engendrar o mistério da alma e do espírito como parte importante dos novos e modernos conceitos da física. Segundo o professor a física não será consistente enquanto não introduzir o espírito e a consciência como parte integrante das teorias físicas.

APELO ÀS CONSCIÊNCIAS

REDES DE CIDADÃS E CIDADÃOS PLANETÁRIOS

Por ocasião do 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos

Nós, cidadãos dos povos da Terra, temos consciência do perigo mortal que pesa sobre o futuro de nossa humanidade comum. De fato, um duplo distúrbio climático ameaça a vida em nosso planeta. O primeiro é expresso ecologicamente pelo risco de nossa Terra-Pátria – a nossa “Mãe Terra”, nas palavras dos primeiros povos – tornar-se um “chão de vidro” inabitável para um número crescente de pessoas. Isso afetaria mais de um bilhão de seres humanos se o aumento da temperatura atingisse o limite de 4°C, e muito mais se esse limite fosse excedido. Esse aquecimento médio leva à acentuação de eventos extremos: inundações tanto quanto secas, incêndios, pragas, ciclones e tempestades. Mas a mudança climática tem outra face: a glaciação emocional e relacional expressa pela ampliação das desigualdades e do desprezo pelos mais pobres. Mais sério ainda, o medo de descer na escala social resulta na luta entre as próprias vítimas: os trabalhadores, os precários, os sem teto, os imigrantes … Quem quer que sinta a ameaça de perder o pouco que possui ou que lhe resta, teme que outro ainda mais pobre tome seu lugar. Continue lendo APELO ÀS CONSCIÊNCIAS